Oeste

√ďbidos e Peniche: duas p√©rolas do Oeste

Categoria: Aventura, Enogastronómico, Escapadela de Fim de Semana, Família, Histórico, Natureza, Qualquer Tipo de Viagem, Relaxamento

Duas das maravilhas do Oeste de Portugal que tem mesmo de visitar. Explore a vila medieval de √ďbidos, uma das mais pitorescas e bem preservadas de Portugal, que se situa a apenas cerca de 80km de Lisboa, pr√≥ximo da costa atl√Ęntica.

Descubra Peniche, a cidade mais ocidental da Europa Continental, que é senhora de uma história associada à sua geografia peninsular, outrora insular. Uma região fantástica, à espera da sua visita.

√ďbidos

√ďbidos teve uma fun√ß√£o militar importante durante o per√≠odo medieval. Cercas e ameias, torres e torre√Ķes, portas e postigos fazem de √ďbidos uma refer√™ncia da arquitetura militar. A vila tem o seu centro dentro das muralhas medievais, onde passeios pelas estreitas ruas da vila revelam s√©culos de enriquecimento art√≠stico, de transforma√ß√£o da vila, de prote√ß√£o r√©gia, de devo√ß√£o religiosa e de viv√™ncias quotidianas.


  • A Vila das Rainhas

A hist√≥ria de √ďbidos e a sua rela√ß√£o com a realeza tem nas rainhas as protagonistas principais. A vila tornou-se mais pr√≥spera a partir do momento em que o rei D. Dinis a ofereceu como prenda de casamento √† esposa D. Isabel. Ent√£o, ficou a pertencer √† Casa das Rainhas que, ao longo das v√°rias dinastias, a foram beneficiando e enriquecendo, facto que explica a constru√ß√£o de muitos dos marcos arquitet√≥nicos que a√≠ encontramos, como o aqueduto de Usseira, mandado construir no s√©culo XVI, pela rainha D. Catarina, mulher de D. Jo√£o III, que se estende ao longo de seis quil√≥metros.

N√£o apenas as rainhas, mas tamb√©m outras mulheres da hist√≥ria de √ďbidos tornaram a vila t√£o √ļnica e charmosa. A Vila das Rainhas, mas tamb√©m da pintora Josefa d'√ďbidos e dos amores de Bocage, revela nas suas ruas, pra√ßas e monumentos, s√≠mbolos da presen√ßa dessas mulheres. √Č certamente a todas as mulheres da hist√≥ria de √ďbidos que devemos a sensibilidade e harmonia desta vila.


  • Dentro das Muralhas: a famosa ginja, o patrim√≥nio edificado e n√£o s√≥

A entrada na vila faz-se pela Porta da Vila, onde se encontra a capela-orat√≥rio de Nossa Senhora da Piedade, padroeira da vila. A Rua Direita estabelece a comunica√ß√£o entre a Porta da Vila e o castelo e a√≠ encontramos diversos produtos, inclusive o licor mais famoso de √ďbidos, a ginjinha. Este licor √© feito √† base de ginja, uma fruta vermelha parecida com a cereja. N√£o perca a oportunidade de beber uma ginja de √ďbidos em copo de chocolate comest√≠vel. A meio da Rua Direita, encontra-se o Pelourinho da vila e a Pra√ßa de Santa Maria, onde se situa a Igreja de Santa Maria, fundada na Idade M√©dia e remodelada no s√©culo XVI por ordem da rainha D. Leonor. Al√©m da Igreja de Santa Maria, merecem tamb√©m a visita a Igreja da Miseric√≥rdia, a Igreja de S√£o Pedro e a Igreja de S√£o Tiago, uma curiosa igreja que no seu interior abriga uma charmosa livraria.

O Castelo de √ďbidos √© um dos principais pontos tur√≠sticos da vila. Sofreu muitas altera√ß√Ķes ao longo dos tempos, sobretudo depois do terremoto que devastou a capital em 1755. Classificado como Monumento Nacional, tem instalada, desde 1951, a Pousada de √ďbidos, que ocupa o pa√ßo de estilo Manuelino constru√≠do no in√≠cio do s√©culo XVI, e recuperado no s√©culo XX. A Muralha de √ďbidos, que se conecta ao castelo, √© tamb√©m um dos principais pontos de visita da vila. A muralha pode ser inteiramente percorrida a p√©, dando a volta em torno da toda a vila e permite ter uma vis√£o abrangente do castelo, da vila e da regi√£o em redor, avistando, j√° no exterior da muralha, o Santu√°rio do Senhor Jesus da Pedra. √ďbidos tem ainda um conjunto de espa√ßos onde pode encontrar o riqu√≠ssimo patrim√≥nio da Vila, tais como o Museu Paroquial de √ďbidos, o Museu Ab√≠lio de Mattos e Silva, a Galeria NovaOgiva e o Museu Municipal de √ďbidos, onde se encontram algumas das obras de Josefa de √ďbidos, pintora de refer√™ncia e uma mulher com uma atitude art√≠stica irreverente no s√©culo XVII.


  • Os Festivais

A Vila de √ďbidos √© conhecida pelos in√ļmeros eventos que decorrem dentro das muralhas. Se visitar a vila durante o Mercado Medieval, poder√° fazer uma verdadeira viagem no tempo. Durante a √©poca do Natal, s√£o muitas as fam√≠lias que visitam a Vila Natal e se deixam encantar pela magia que percorre a vila. O Festival Internacional de Chocolate de √ďbidos, √© o sucesso mais doce da vila.

Em 2015, a UNESCO considerou √ďbidos como Cidade Liter√°ria, como parte do programa Rede de Cidades Criativas. √ďbidos assumiu a marca de vila liter√°ria e, assim, nasceram uma s√©rie de livrarias e espa√ßos de inspira√ß√£o liter√°ria, que trouxeram uma din√Ęmica completamente diferente √† vila. Dois grandes eventos acontecem anualmente sob o selo √ďbidos Vila Liter√°ria: o Latitudes, um festival dedicado √† literatura de viagens; e o FOLIO ‚Äď Festival Liter√°rio Internacional, um dos mais importantes realizados em Portugal.


Peniche

O concelho de Peniche possui uma longa e rica Hist√≥ria, tendo sido sucessivamente ocupado por popula√ß√Ķes que fizeram da pesca e da agricultura as suas principais atividades econ√≥micas. √Č um dos maiores portos de pesca tradicional de Portugal e um grande centro de atividades mar√≠timo-tur√≠sticas. O mar continua a ser um dos principais pontos de interesse e as praias de Peniche s√£o muito apreciadas. A visita a Peniche dever√° incluir, tamb√©m, uma passagem pelo centro hist√≥rico, pelo Cabo Carvoeiro, pela Pap√īa e pela Ilha das Berlengas. 


  • Centro Hist√≥rico: a atividade piscat√≥ria e a Renda de Bilros

A cidade tem um valioso patrim√≥nio, com v√°rios pontos de interesse a visitar. Para al√©m da Igreja de S√£o Pedro e da Igreja da Miseric√≥rdia, √© importante destacar a Fortaleza de Peniche, constru√≠da no s√©c. XVI/XVII para a defesa da costa. Desde de 27 de abril de 1974, data da liberta√ß√£o dos presos pol√≠ticos, que se encontra sedeado na Fortaleza de Peniche o Museu Nacional Resist√™ncia e Liberdade. Este museu nasce do reconhecimento da Fortaleza de Peniche enquanto espa√ßo-mem√≥ria e s√≠mbolo maior da luta pela liberdade.

A atividade piscat√≥ria desenvolvida em Peniche permitiu a implanta√ß√£o de uma s√≥lida ind√ļstria de constru√ß√£o naval. Enquanto os homens se dedicavam √† pesca e √† lavra dos campos, as mulheres, para al√©m de auxiliarem na salga, transforma√ß√£o e armazenamento do pescado, dedicavam-se √†s rendas de bilros. A Renda de Bilros √© parte da heran√ßa cultural das gentes de Peniche e √© o verdadeiro ex-libris do artesanato penichense. Poder√° visitar o Museu da Renda de Bilros de Peniche, para melhor perceber a conserva√ß√£o, a valoriza√ß√£o e a divulga√ß√£o deste importante patrim√≥nio cultural de Peniche.


  • Cabo Carvoeiro

O Cabo Carvoeiro situa-se no extremo da Pen√≠nsula de Peniche e √© um local de grande valor patrimonial geol√≥gico e paisag√≠stico. As fal√©sias calc√°rias que bordejam toda a Pen√≠nsula de Peniche contam uma hist√≥ria cont√≠nua, impressa nas rochas, que remonta aos prim√≥rdios do Jur√°ssico. Desfrute de uma vista fant√°stica e observe as Berlengas. Encontrar√° o Farol do Cabo Carvoeiro, um dos mais antigos far√≥is ainda em funcionamento. Perto do Cabo Carvoeiro, outros pontos de interesse s√£o a Varanda de Pilatos, a Gruta da Furninha, o Santu√°rio de Nossa Senhora dos Rem√©dios e o ilh√©u da Pap√īa.


  • Berlengas 

A uma viagem de barco de dist√Ęncia, fica a Reserva Natural das Berlengas, um pequeno arquip√©lago a cerca de 10 km de Peniche. Classificada desde 2011 como Reserva Mundial da Biosfera da UNESCO, a Reserva Natural das Berlengas foi a primeira √°rea protegida do pa√≠s e apresenta um patrim√≥nio biol√≥gico com elevado interesse de conserva√ß√£o. A complexa e √ļnica hist√≥ria geol√≥gica das Berlengas deu origem a geoformas bastante c√©nicas, como a gruta do Furado Grande, a cova do Sono, o arco da Tromba do Elefante, o vale da Quebrada, o carreiro dos Ca√ß√Ķes ou a fal√©sia Maldita. A Reserva Natural das Berlengas √© tamb√©m um dos melhores s√≠tios para mergulho e birdwatching em Portugal.

Al√©m de ser a maior ilha do arquip√©lago, a Berlenga Grande √© tamb√©m a √ļnica habit√°vel. Na Berlenga Grande, vai poder desfrutar da praia do Carreiro do Mosteiro, aproveitar para explorar o resto da ilha e ficar a conhecer a fauna e flora que embelezam este local. Aqui encontrar√° tamb√©m o Bairro dos Pescadores, o √ļnico aglomerado da ilha, o Farol Duque de Bragan√ßa e o Forte de S√£o Jo√£o Baptista. Este forte foi constru√≠do durante o s√©culo XVII, com as pedras resultantes da demoli√ß√£o do antigo mosteiro que a√≠ se encontrava, onde viviam os monges da Ordem de S. Jer√≥nimo. Esta fortaleza foi constru√≠da para fazer frente √† regular presen√ßa de cors√°rios e piratas na ilha da Berlenga e refor√ßar a defesa da cidadela.


  • Praias de Peniche

Uma das grandes atra√ß√Ķes de Peniche s√£o as suas praias. Poder√° encontrar praias para todos os gostos, desde praias com mar calmo e transl√ļcido at√© praias com ondas tubulares que atraem amantes de surf de todo o mundo. A praia do Baleal √© considerada pelos visitantes como a melhor praia de Peniche e est√° dividida em duas partes, Baleal Norte e Baleal Sul. A praia dos Supertubos √© a mais famosa da cidade, tanto a n√≠vel nacional como a n√≠vel internacional, pelos amantes de surf, uma vez que aqui se encontram algumas das melhores condi√ß√Ķes para a pr√°tica de surf e bodyboard em territ√≥rio portugu√™s. Esta praia √© palco do campeonato mundial de Surf Rip Curl Pro Portugal, uma prova que integra o World Surf League Tour.





Viagens Sugeridas
CriaŐĀmos programas e pacotes de viagem que lhe permitiraŐÉo conhecer tudo o que de melhor Portugal teŐām para oferecer. Escolha o seu destino, selecione um dos nossos roteiros e viaje em Portugal connosco!
Construa a sua viagem
Selecione o seu hotel preferido, os restaurantes onde deseja fazer as suas refeicŐßoŐÉes e as atividades que tem curiosidade em experimentar. NoŐĀs tratamos do resto!